Informações Gerais

 

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CANDELÁRIA

Rua Castro Alves, 781 - Bairro Oswaldo Cruz

São Caetano do Sul - São Paulo

Telefone: (0xx11) - 4221-2853

Home Page: www.nscandelaria.org.br

Pároco: Pe. Alex Sandro Camilo

 

Funcionamento da Secretaria

De Segunda-Feira à Sexta-Feira das 8:00 hs às 12:00hs e das 14:00hs às 19:00hs

Sábado das 8:00hs às 18:00hs

Domingo das 8:00hs às 12:00hs e das 17:00hs às 18:30hs

 

Horários de Missa

De Segunda-Feira à Sexta-Feira às 7:00hs

De Terça-Feira à Sexta-Feira às 19:00hs

Às Quintas-Feiras das 14:30hs às 17:00hs (Confissão com Pe. Alex)

Sábado às 7:00hs e 15:30hs

Domingo às 8:00hs, 10:00hs e 18:30hs

Ultima Segunda-Feira do mês, missa da saúde do Grupo de Oração às 19:30hs

 

Grupo de Oração

Segunda-Feira às 19:30 hs

 

 

História da Paróquia

 

No dia 2 de fevereiro é comemorado o dia de Nossa Senhora da Candelária, cujo significado é Nossa Senhora da Luz.

A atual paróquia começou com uma pequena imagem de barro da Santa, trazida por um caçador de pássaros que costumava vir caçar nessa região. Ele colocou a imagem entre as pedras que ficavam sobre uma bica d'agua.

Essa bica ficava perto da Cruz de São Bento colocada pelos Padres Beneditinos para marcar a divisa de terras entre a Fazenda São Caetano e o Bairro São Caetano o século XVIII. Todas as pessoas que vinham pegar água na bica aproveitavam para rezar e fazer seus pedidos à Santa.

Em 1923, os irmãos Bento José Gonzaga Franco e o Dr. José Gonzaga Filho, donos da fazenda, começaram a lotear suas terras. As famílias que aqui moravam juntamente com os vendedores dos loteamentos, conseguiram fazer com que irmãos Gonzaga doassem o terreno e construíssem uma capela para abrigar a imagem.

Na capela então erguida que passou a pertencer à Matriz Sagrada Família, cabiam somente seis pessoas. Nela eram rezadas missas uma vez por mês, aos domingos, às 9 horas, pelo Padre Alexandre Grigoli.

Em 1937,  Padre Ezio Gislimberti passou a ser o responsável pelas celebrações religiosas e assistência espiritual da capela. Ele vinha de bicicleta para celebrar as missas.

Com o passar dos anos, a Capela ficou pequena para tantos fiéis e os antigos moradores resolveram arrecadar dinheiro para aumentá-la por meio de doações e quermesses. Foi criada uma comissão formada pelo Padre Ezio e por membros das antigas famílias do local: Aggio, Benedetti, Bertolin, Caperutto, Carraro, Dall'Anese, De Martini, Di Santi, Fiori, Geraldi, Moraes, Piffer, Roque, Santi, Strufaldi, Tozetto, Veronezzi, Vizagui, Weber, Zanon e outros.

Essa comissão organizava festas e quermesses nos meses de fevereiro e junho para arrecadar fundos para construção da nova igreja iniciada em maio de 1949 sob responsabilidade do zelador Sr. Jacomo Benedetti e do pedreiro e mestre-de-obras Elviro Caperutto. A nova capela foi inaugurada no dia 2 de fevereiro de 1950.

Com a capela maior, as missas passaram a ser realizadas quinzenalmente, sempre aos domingos, às 9 horas. Em março de 1953 foram realizadas as Santas Missões pelos PAdres Redentoristas e o Cruzeiro foi transferido para a frente da nova capela.

Em 29 de junho de 1953, atendendo a antigo pedido das freiras da ordem Irmãs Clarissas Franciscanas por meio de sua superiora, a irmã Julieta de Lourdes e de todos os moradores do bairro, a Cúria Metropolitana concordou em transformar a Capela em Paróquia.

A capela passou, então, a chamar-se Paróquia Nossa Senhora da Candelária, ficando o Padre Ezio como pároco substituto até a chegada do Padre José Caruso em 27 de dezembro de 1961.

Com a transformação em paróquia, a Arquidiocese determinou que a nova paróquia terá por padroeira e titular Nossa Senhora da Candelária, cuja festa deverá ser celebrada anualmente com solenidade e esplendor religioso com: a) Tríduo Solene; b) Missa Solene com Ação de Graças pelos Benfeitores da Paróquia e Benção das Velas; c) Procissão com a imagem de Nossa Senhora da Candelária; d) Festejos (Quermesse);

 

 

História da Padroeira

 

Nossa Senhora da Candelária, ou das Candeias, ou ainda da Luz,são nomes diferentes para o mesmo título Mariano. A invocação de Nossa Senhora das Candeias ou Nossa Senhora da Purificação remonta aos primórdios do cristianismo. Segundo o preceito da lei mosaica, todo filho varão deveria ser apresentado no Templo quarenta dias após seu nascimento. A mãe, considerada impura após o parto, deveria ser purificada em uma cerimônia especial. Nossa Senhora, submetendo-se a esta determinação, apresentou-se com o Menino Jesus no recinto sagrado dos judeus. Esta festividade dos luzeiros foi denominada "das candeias", porque comemorava-se o trajeto de Maria ao templo, com uma procissão, na qual acompanhantes levavam na mão velas acesas.

 

 

Oração da Padroeira

 

ORAÇÃO À NOSSA SENHORA DA CANDELÁRIA

Ó doce Virgem Maria - verdadeira guardiã da luz do mundo - que iluminais nosso destino com a gaça da vossa onipotência suplicante, que sois a candeia de amor cujo fogo brota do Coração Divino de Jesus.

Ó Nossa Senhora da Candelária, atendei a nossa súplica concedendo-nos o favor da vossa maternal ajuda, pela fortaleza da nossa fé e o bálsamo da confiança, a fim de que possamos um dia gozar convosco as alegrias do céu. Assim seja.

 

Nossa Senhora da Candelária, iluminai-vos.

 

 

 

 

2001-2008  -  Ministério de Música Servi Domini